andropausa

Andropausa e seus sintomas

A menopausa dos homens. Assim é conhecida a andropausa. Entre os 40 a 55 anos, os homens podem perceber sintomas semelhantes à menopausa. De modo diferente delas, os homens não têm sintomas específico como a interrupção da menstruação para marcar a transição. Ambos, no entanto, são caracterizados por uma queda nos níveis de hormônios. Estrógeno nas mulheres, testosterona nos homens. As mudanças ocorrem muito gradualmente e podem ser acompanhadas por mudanças em atitudes e humores, fadiga, perda de energia, libido e agilidade física.

Estudos mostram que este declínio de testosterona pode acarretar riscos em outros problemas de saúde, como doenças cardíacas e ossos frágeis. Com isto, tudo ocorre em uma época da vida em que muitos homens começam a questionar seus valores, realizações e objetivos de vida. É difícil perceber que as mudanças são ligadas mais a problemas hormonais do que só as condições externas.

Diferente da menopausa, a “transição” dos homens pode ser bem mais gradual e se estender por décadas. Atitudes, estresse psicológico, álcool, acidentes, cirurgias, medicação, obesidade e infecções podem desencadeá-la. Com a idade, o declínio nos níveis de testosterona vai ocorrer praticamente em todos os homens. Não há maneira de predizer quem vai ter sintomas de andropausa com intensidade suficiente para procurar ajuda médica.

Também não é previsível em que idade os sintomas vão ocorrer num determinado indivíduo. Os sintomas de cada homem podem ser também diferentes.

Sintomas
A deficiência de testosterona apresenta variedade de sintomas, e pode estar relacionada a várias doenças. A queda hormonal pode ser caracterizada pelos seguintes sintomas:
– Alterações de humor
– Cansaço
– Sensação de perda de energia
– Diminuição da libido e disfunção erétil
– Perda de massa óssea e massa muscular.
Como as causas da andropausa estão relacionadas com a redução da produção da testosterona e os níveis desse hormônio no sangue, há, por conseguinte, diminuição na produção de espermatozoides.

Os sintomas apresentam-se em determinados exames e na dosagem deste hormônio no sangue. O urologista deve levar em consideração não apenas os níveis de testosterona total, mas aqueles que estão efetivamente disponíveis na corrente sanguínea, que serão utilizados pelo organismo.

Os sintomas da andropausa não são considerados e abordados de maneira igualitária entre todos os homens, devido aos hábitos de vida e o desenvolvimento do processo de envelhecimento. Mas entre aqueles que já apresentam a queda hormonal de testosterona, vão revelar algum dos principais sintomas.

Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Minha vida

centromedicopatriciacoelho

Other posts

Leave a Reply